Sexo polinésio, uma prática tradicional que ajuda os casais japoneses

Sexo polinésio, uma prática tradicional que ajuda os casais japoneses

Parece um método místico irrealista, mas está ajudando muitas pessoas a se reconectar sexualmente




Em um boletim na internet uma mulher japonesa disse: "Meu marido não pratica comigo as preliminares antes de fazer amor. Por isso não lubrifica e sempre sentia dor na relação sexual. Mesmo aplicando gel antes da penetração, meu corpo não estava pronto ... "

No Japão, onde a relação sexual, especialmente entre casados é muito pobre, o chamado "sexo polinésio", uma variante do sexo lento, tornou-se moda desde que o escritor Hiroyuki Itsuki introduziu o conceito em 2002 através de livros como "Ai ni kansuru sho 12 (12 capítulos sobre amor)" e "Silent Love" (amor silencioso).Um dia, ela descobriu sobre a existência de um método chamado "sexo polinésio", que faz a maior parte dos atos sexuais preliminares e colocou em prática com o marido. "Eu gostei, lubrifiquei e eu me senti bem", confessou.

É um método praticado pelos habitantes da Polinésia desde os tempos antigos e que consiste dedicar quatro dias para preparar a mente e o corpo para apenas o quinto dia quando a penetração é feita.

Essa prática ganhou terreno entre os casais japoneses porque pode ser praticado até mesmo por homens que não acreditavam que tinham o mesmo poder que antes e porque as mulheres acharam mais fácil atingir o orgasmo com muitos dias de expectativa.


Um método que realmente promove o que cada casal quer no sexo: amor

ABC do sexo polinésio

Os quatro primeiros dias são para acariciar sem tocar os órgãos genitais, caso o desejo esteja alto demais podem dormir nu e abraçados.

O quinto dia é para a relação sexual. Pelo menos uma hora de preliminares com beijos e carícias . Ao penetrar se recomenda esperar pelo menos 30 minutos antes de iniciar o movimento dos quadris. Ao atingir o orgasmo, o casal não pode se separar bruscamente e deve permanecer unidos e abraçados o maior tempo possível.

TROCA DE CARINHO

O espírito deste método não é um sexo reprodutivo visando a ejaculação, mas de uma energia de troca de sexo entre duas pessoas. É bom para um casal que já não sente a necessidade de procriar e, agora, procura aprofundar o amor e a confiança através de relações sexuais .

Um leitor de " Silent Love " no site da Amazon , disse : " A sexualidade dos japoneses é uma tragédia porque os homens pensam que perdem se não atingir o clímax e as mulheres sofrem porque são obrigadas a fingir o orgasmo . Este não é apenas um manual de sexo e para ser considerado um método místico irrealista. Mas para unir amor e sexo não precisa de uma base científica", disse ele.

DEPOIMENTOS

Homens

- Eu tive um prazer que sacudiu meu corpo, que não é obtido através do sexo comum.

- Minha mente estava vazia quando tive um orgasmo parecido de uma mulher.

- Eu sempre sofri com ejaculação precoce, agora eu posso ter relações sexuais de uma forma mais fotos.

- Eu não me preocupava tanto se ela atingia o orgasmo ou não.

Mulheres

- Eu experimentei o primeiro orgasmo da minha vida

- Não preciso fingir mais nenhum clímax eu posso me concentrar mais. Como resultado , comecei a buscar verdadeiro orgasmo.

- Não dói como antes, e eu me sinto bem .

- Eu gosto de ficar abraçado por tanto tempo.

- No clímax, eu sinto vários orgasmos.

- No final, senti todo meu corpo sensível.

Share on Google Plus

About Say me

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.