Japão : Número de abortos cai ao mínimo

“Falta de sexo” é citado como principal motivo que levou o índice ao mínimo em 60 anos

Gráfico mostra que o número de abortos caiu de 1,17 milhão de casos em 1955 para 186 mil casos em 2013. Fonte Jornal Sankei

No Japão, onde o aborto induzido é autorizado, o número de casos chegou a 186.253 no ano passado, alcançando o nível mais baixo dos últimos 60 anos. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar.
Os dados mais antigos são do ano 30 da era Showa (1955). Naquele período a quantidade de abortos chegou a 1.170.143 casos.
Depois disso os números começam a cair, chegando a 200 mil em 2005. No ano de 2012 foram 196.639 casos registrados, encolhendo em 10 mil no ano seguinte.
A média nacional de abortos para cada 1.000 mulheres é de 7, na faixa etária dos 15 aos 49 anos.




























Províncias com mais abortos
  • Tottori: 10,1
  • Kagoshima: 9,9
  • Saga e Kumamoto: 9,8
Províncias com menos abortos:
  • Nara: 3,9
  • Saitama: 4,4
  • Chiba e Yamanashi: 4,5
São vários os fatores que levam à queda dos números. “Não há como negar a mudança de comportamento entre homens e mulheres no Japão, que fazem menos sexo”, disse Kunio Kitamura, diretor da Associação de Planejamento Familiar, que lidera as pesquisas sobre sexo e métodos contraceptivos do Japão.
A pílula anticoncepcional de baixa dosagem hormonal só foi autorizada no Japão em 1999 e a pílula do dia seguinte só em maio de 2011.

Como se diz em japonês?
  • Aborto induzido: jinkou ninshin chuuzetsu (人工妊娠中絶)
  • Pílula anticoncepcional de baixa dosagem hormonal: teiyouryou pill (低用量ピル)
  • Pílula do dia seguinte: kinkyuuyou hinin-yaku (緊急避妊薬)

  • Via:Silviak
Share on Google Plus

About Say me

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.