2015: o ano do Carneiro

Segundo o calendário chinês, o ano que vem será regido pelo “carneiro”

Uma cerimônia na torre Tsutenkaku, no centro de Osaka, marcou a troca dos aninais que representam o ano. Foto: Sankei

Mesmo após milhares de anos, o antigo calendário chinês ainda é valorizado no oriente, exercendo influência em vários setores.



Segundo os antigos escritos chineses, o verdadeiro “kanji” que representa o ano é o de “maiai” (昧曖) com sentido de “indefinido” ou “vago”. Outro significado tem relação ao “kanji” de “mi” ou “aji”, no sentido de uma fruta madura.
Para tornar a leitura mais fácil, foi tirado uma parte do caractere, simplificando para a leitura de “hitsuji”, ou seja, “carneiro”.
O verdadeiro sentido por trás de “carneiro” está numa letra que representa a esperança por boas colheitas.
Com o tempo, a imagem do carneiro ficou mais forte e o ano do “Hitsuji” passou a ser associado à “paz” e “bondade”.
Ao todo, o calendário chinês é dividido em 12 animais:  

  • Rato: “ne”, de “nezumi” (子)
  • Boi: “ushi” (丑)
  • Tigre: “tora” (寅)
  • Coelho: “u”, de “usagi” (卯)
  • Dragão: “tatsu” (辰)
  • Serpente: “mi” (巳)
  • Cavalo: “uma” (午)
  • Carneiro: “hitsuji” (未)
  • Macaco: “saru” (申)
  • Frango: “tori” (酉)
  • Cão: “inu” (戌)
  • Javali: “i”, de “inoshishi” (亥)

Via: Silviak

Share on Google Plus

About Say me

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.