Japão - O segredo das casas de Hakuba

Completa-se uma semana do terremoto de M6.7 que destruiu dezenas de casas em Hakuba (Nagano) mas não deixou mortos

Morador conta como foi salvo dos escombros. Foto: Mainichi
No terremoto do dia 22 no norte de Nagano, 33 casas foram completamente destruídas e 60 ficaram semidestruídas. Pelo horário, os moradores estavam dormindo mas felizmente ninguém morreu soterrado.


Interior de uma casa que entortou com o terremoto, em Hakuba. Foto: Mainichi
Na opinião dos arquitetos, o “Milagre de Hakuba”, como está sendo chamado o terremoto, se deve às fortes construções voltadas para suportar o peso da neve. Apesar da queda, a base e o teto continuaram intactos, evitando esmagar as vítimas.
O sistema de comunicação para casos de emergência de Hakuba também está sendo visto como “modelo de prevenção” para um país que sofre constantes ameaças da Natureza.
Moradores ajudam a resgatar um armário de uma casa. Foto: Sanke
A vila Hakuba está dividida em 29 bairros, cada um com sua rede comunicação e líderes de grupos. Em caso de emergência, todos os moradores avisam imediatamente ao líder do grupo se estão bem e a informação vai sendo passada para cima, em uma forma de pirâmide.
Quando aconteceu o terremoto, os moradores de Hakuba sabiam exatamente as famílias que estavam impossibilitadas de comunicar e correram às casas destruídas. Em menos de uma hora, todas as 118 vítimas foram localizadas.
Uma semana após o terremoto, 142 moradores de Hakuba e 84 de Otari continuam nos abrigos públicos.

Como se diz em japonês?
  • Uma semana: isshuukan (1週間)
  • “Milagre de Hakuba”: Hakuba no kiseki (白馬の奇跡)
  • Modelo de prevenção para desastres: bousai model (防災モデル)
Via: Silviak

Share on Google Plus

About Say me

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.